terça-feira, 17 de julho de 2007

Apoios da Argentina

Apoios da Argentina

Amigos de la Universidad de San Paulo, mi nombre es Miguel Piana de Chajari (Entre Rios- Argentina) y quiero aderirme a udes. en su lucha justa. Los pueblos de America Latina debemoa unirnos para no ser los parias analfabeto del mundo. Esto solo le conviene a los que nos han explotado desde hace 500 años, y esto no tiene que ver con una posición idiológica sino más bien es una cuestión de conciencia que si todos los pueblos de america latina nos unimos, seremos fuerte y podremos desterrar el hambre la miseria y el analfabetismo de nuestro continente. Adelantes latinoamericanos. UN abrazo de este Entrerriano

DESDE GUALEGUAYCHU TE MANDO MI TOTAL APOYO Y SIGAN LUCHANDO, POR LO JUSTO.

OJALA SE NOS DE QUE LUCHANDO TODOS JUNTOS PODAMOS EMPEZAR A CAMBIAR ESTE MUNDO DE TANTA CORRUPCION.

RAQUEL GONZALEZ

SI A LA VIDA NO A LAS PAPELERAS

Desde Paraná (Argentina), el mejor de los apoyos para todos ustedes. Resistan. Fuerza. Abrazos múltiples

es escribo desde gualeguaychu, donde hace años luchamos contra la instalacion de las papeleras, que van en perjuicio de nuestra calidad de vida, y en pocos dias(el 17/06/07) cumpliremos 200 dias de corte ininterrumpido de una ruta internacional en repudio a esta instalacion.

Lo mas importante de esto, es que no vamos a celebrar, sino felicitarnosa nosotros mismos y al os movimientos que como el de uds. tienen dignidad, conviccion y entereza en la persistencia de nuestros reclamos,

Podria escribirles muchas cosas mas, pero resumo en lo antedicho,mis mas sinceros deseos de que lleguen a buen fin, obteniendo con esta tenecidad el recoocimiento de propios y ajenos.



NO AFLOJEN EN SU RECLAMO



PD. Ideas es imposible dar, por los diferentes tipos de idiosincracia entre nuestros pueblos, pero siempre escuchen y respeten las ideas y proyectos de todos, que es una forma de dignificar y dignificarse uds. mismos. (Jose Alberto Pouler)




Eu, Eduardo de Carvalho professor da rede estadual E.E Luiz Gonzaga Righini, disciplina filosofia, venho por meio deste apoiar o movimento de ocupação na USP, por concordar com a reinvindicação da proposta dos membros desta universidade.

Verifico que a luta pela melhora da universidade pública é fundamental para a melhora intelectual de uma sociedade, já que é uma instituição que visa muito a pesquisa científica. Condição necessária a melhora de nosso país.


Abraço a todos do movimento


Eduardo






Moção de apoio à ocupação na USP -Gato Negro - MG




Moção de apoio à ocupação na USP



O Gato Negro - Núcleo Libertação Animal manifesta aqui seu repúdio ao governo de José Serra que tenta minar a autonomia, através de decretos ditatoriais que visam apenas centralizar, burocratizar, engessar e verticalizar ainda mais universidades públicas. Apoiamos a luta dos(as) estudantes, funcionários(as) e professores(as) da USP.

Acreditamos que o ensino público de qualidade é um direito humano! Todos os interesses e reinvidicações devem ser considerados e não simplesmente ignorados. A educação é uma prioridade, algo básico para formação de qualquer cidadã(ão) e está deixado à mercê de um mercado que só tem interesses financeiros.

Todos os seres deveriam ter seus direitos garantidos e seus interesses considerados igualmente e não ignorados na tentativa de legitimar a opressão através de diferenças de cor, etinia, espécie, sexo ou poder/hierarquia. É mais que legítima a luta e resistência direta que acontece na USP, uma luta por direitos.

Pedimos ao movimento que se iniciou na USP considere e pense na questão dos Direitos Animais, adotando o veganismo (Fim do uso dos animais como produtos. ex: carne, ovos, leite, couro, etc.) no seu dia-a-dia e nas ocupações, como uma questão social, política, econômica e acima de tudo uma questão ética. Tudo que os animais, seres sencientes, precisam é que seus interesses básicos sejam respeitados: o interesse de viver, não sentir dor e de não ser comodificado. Precisamos assim parar de tratá-los como propriedade!

Por uma universidade descentralizada e popular!
Pela construção de um novo movimento estudantil, autônomo e revolucionário!
Pela libertação de todos(as) os(as) seres escravizados(as) e subjulgados pelo status quo!

Gato Negro - Núcleo Libertação Animal
www.gato-negro.org




É HORA DE PARAR O BRASIL

Todo apoio à luta estudantil que se estende pelas universidades



Num cenário em que se intensificam as investidas do Governo Lula/PT no reforço do modelo neoliberal, veja as reformas em curso – previdenciária, trabalhista, sindical, política, universitária – um grande movimento cresce em defesa da universidade pública e por uma efetiva política de assistência estudantil. Os estudantes, que não abrem mão de serem atores do país contra a retirada de mais direitos dos trabalhadores e da juventude, estão protagonizando lutas históricas. Na USP, numa mobilização inédita, os estudantes deflagraram greve e a ocupação da Reitoria já se estende por mais de 30 dias, apesar da ingerência do governo Serra e da cobertura mentirosa feita pela grande mídia, usina ideológica da burguesia, que se vende para deslegitimar a luta. O movimento estudantil combativo da UFAL também ocupou a Reitoria e na UFMT a luta ganha corpo através de um acampamento montado pelos estudantes na instituição. O bonde da história passa e os estudantes que não titubearam estão se mobilizando e engrossando as fileiras do movimento estudantil em defesa desse que é um dos seus mais importantes patrimônios: a universidade pública.

As lutas que se enraízam nas universidades pelo país afora são retratos da resistência ao abandono da educação pelo governo Lula?PT. Ao invés de implementar um projeto nacional que estimule a universalização do ensino de qualidade, restou a esse governo a tarefa de promover a privatização do setor social público via propostas que representam a completa destruição do ensino público superior no país e que seguem á risca o receituário dos organismos financeiros internacionais como o FMI e Banco Mundial. Essa tentativa de privatização da universidade pública fica clara através dos projetos Universidade Aberta do Brasil (supostamente Educação à Distância), Reforma Universitária e agora o Universidade Nova. Tudo isso acompanhado de um corte recorde no orçamento da educação, já que só nos primeiros quatro anos de governo o montante correspondente a R$3,571 bilhões de reais.

Na Bahia, “todos os santos” estão atentos ao novo governo, Jaques Wagner (PT/PC do B/PMDB & CIA), que iniciou o seu mandato reforçando antigos vícios do carlismo, chegando ao absurdo de colocar a polícia para impedir os professores das universidades estaduais baianas de realizar uma aula pública, no saguão da Governadoria, em protesto à grave crise enfrentada pelas quatro universidades (UESB, UESC, UEFS e UNEB). A despeito das promessas alardeadas durante a campanha eleitoral em que colocava a educação como prioridade, até agora o Governo sequer apresentou um projeto para esse setor. A resposta para tal descaso vem através das paralisações das redes municipal e estadual de ensino e da recente greve deflagrada pelos professores de três universidades estaduais (UESB, UNEB, UEFS). Diante disso o Governo parece querer reforçar sua face autoritária, pois após 24 dias de paralisação dos professores da rede estadual, utilizou-se da justiça burguesa que baixou uma liminar determinando multa de R$ 20 mil por dia, caso os professores não retornem as atividades.

Nesse momento de ebulição das lutas estudantis comprometidas com a classe trabalhadora, não se pode perder de vista o papel desempenhado pelas tradicionais “entidades representativas” que foram cooptadas pelo governo e atualmente adotam uma posição extremamente recuada frente aos ataques. Portanto, nossa luta deve se fazer também contra essas entidades defensoras incondicionais do governo Lula e seus projetos de reformas, como a famigerada Reforma Universitária (a qual a UNE é co-autora).

Nós, do Diretório Central dos Estudantes da UESB, gestão DCE em Movimento, solidarizamo-nos com todas as lutas em curso protagonizadas pelo movimento estudantil verdadeiramente autônomo e combativo, dedicando nosso apoio integral e nos disponibilizando para ajudarmos no que for possível


Se eu for: siga-me, se eu parar: empurra-me, se eu voltar: mate-me!


*

Abaixo a Reforma Universitária e o projeto Universidade Nova do Governo Lula!
*

Abaixo a repressão e o descaso com a educação do governo Wagner (PT-BA)!
*

Todo apoio às mobilizações estudantis: USP, UFAL, UFMT, UNESP, UFRJ, UNICAMP! .

Nenhum comentário:

MATERIAS PUBLICADAS

universidade livre

universidade livre

Mural da cultura da ocupaçao

Mural da cultura da ocupaçao

Arquivo (((Ocupa)))

Arquivo  (((Ocupa)))
Leia mais

Mural da cultura da ocupaçao

Mural da cultura da ocupaçao

usp unesp fatec e unicamp na L.uta Professor Funcionario e Estudante

usp unesp fatec  e  unicamp na L.uta Professor  Funcionario e  Estudante
Todos a Luta por uma Universidade publica e de qualidade

amanha vai ser maior

amanha  vai  ser  maior

moção de apoio

moção  de  apoio

assembleia geral dos estudantes

assembleia geral dos  estudantes
Enfrente a Reitoria ocupada

Universidade livre

Universidade  livre
auntonomia

moção de apoio

moção  de  apoio

todos por uma universidade livre

todos por  uma universidade  livre

universidade de são paulo

universidade de são paulo
((((((( usp )))))))))

assembleia geral dos estudantes

assembleia geral  dos  estudantes
dentro da Reitoria . deciden a ocupaçao

!!!!!!!!!!!!!!!!!autonomia já!!!!!!!!!!!!!!!!!!

!!!!!!!!!!!!!!!!!autonomia já!!!!!!!!!!!!!!!!!!
fora os decretos

Mural da cultura da ocupçao

Mural da  cultura  da  ocupçao

Charge De Felipe Rios

Charge De Felipe Rios

fora os decretos

fora  os decretos

Todos a Luta

Todos  a  Luta

!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!(((ocupa)))!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!(((ocupa)))!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
(((((((((((((((OcUpA)))))))))))))

assembleia geral dos estudantes

assembleia  geral  dos  estudantes
enfrente da Reitoria

Assembleia dos Estudantes

Assembleia dos  Estudantes
Dentro da Reitoria Deciden a ocupçao

na charge de Flipe Rios

na  charge de  Flipe Rios

Mural da cultura da ocupaçao

Mural da cultura da ocupaçao

fora decretos

fora  decretos